Como aprender a aprender? Veja 5 dicas elementares

Você já parou para pensar que o entendimento de como aprender a aprender pode fazer toda diferença na sua vida pessoal e profissional? Ou seja, muitas vezes a gente se depara com habilidades que não temos e questões que não sabemos resolver, onde simplesmente pensamos o seguinte: “eu preciso aprender isso”.

Só que os passos para o aprendizado são tão importantes quanto o aprendizado em si. Caso contrário, você estará estudando de maneira aleatória. E isso é uma coisa que o nosso cérebro menos gosta, então vamos falar sobre como aprender a aprender. 

Por isso, no artigo de hoje, você vai ter um aprofundamento muito interessante e vai encontrar em você uma maneira mais inteligente de estudar. Vamos, juntos, entender como aprender a aprender. 

Acompanhe!

Como aprender a aprender? Veja 5 dicas elementares

Como aprender a aprender
Como aprender a aprender: Veja 5 dicas elementares

Entender como aprender a aprender vai fazer tanta diferença na sua vida acadêmica, pessoal e profissional, que é muito provável que você nunca mais queira parar de aprender. Afinal, você vai despertar um lado curioso, interessado e altamente capaz de descobrir o que quer que seja. 

No entanto, antes mesmo de partirmos para as dicas práticas de como aprender a aprender, é fundamental entender o seguinte: cada pessoa é única, com uma vida única e com necessidades únicas. Portanto, isto aqui não é uma fórmula mágica ou uma receita de bolo.

Leitura Recomendada: Como aprender inglês com filmes?

O que você vai ler a partir de agora é uma metodologia, baseada no funcionamento do nosso cérebro. Dentro disso, você pode adaptar seus estudos a sua rotina, de maneira que tudo se encaixe.

Compreender como o nosso cérebro funciona é muito mais vantajoso do que simplesmente adotar uma rotina que romantiza o sofrimento e a dor para estudar.

Ou seja, perder noites de sono, decorar um livro técnico ou mesmo ler um livro por semana, não vai fazer você aprender mais. Vai fazer você sofrer e ter a falsa impressão de que estudar não é pra você.

Então, vamos às dicas de como aprender a aprender

Construa uma metodologia de estudos para criar rotina

Construa uma metodologia de estudos para criar rotina
Construa uma metodologia de estudos para criar rotina

O primeiro passo, que talvez possa ser o passo número zero para você saber como aprender a aprender, é a construção de uma metodologia. Ou seja, você não pode estudar de maneira aleatória e sem saber para onde está indo: você precisa ter um plano de estudos.

Mas, o que é um plano de estudos ou uma metodologia? Basicamente, quem fará isso, é o professor que estará transmitindo o conhecimento para você. Mas, e no caso de não haver um professor, como fazer para estudar sozinho?

É justamente a partir daqui que você precisa começar a construir uma metodologia, que é como se fosse uma trilha de aprendizado: você sabe onde quer chegar e sabe quais são os caminhos que precisa percorrer. Veja uma lista de itens que precisam guiar a sua metodologia:

  • Escolha o assunto;
  • Divida este assunto em vários tópicos;
  • Coloque um tópico de estudos por dia da semana;
  • Estipule quanto tempo você vai estudar por dia;
  • Faça revisões do tópico no dia seguinte antes de iniciar um novo tópico;
  • Explique o que você aprendeu para alguém (ou para você mesmo, em voz alta);
  • Comece um novo tópico.

Este é um passo a passo básico para construção de uma rotina de estudos. Você pode anotá-lo em um caderno, em um quadro de cortiça ou em post-its.

O mais importante aqui é você seguir a linha de estudos de maneira gradual, sem querer engolir tudo de uma única vez, pois assim o seu cérebro vai ter tempo de processar as informações e, aos poucos, ele vai criar conexões neurais deste novo aprendizado.

Concentração difusa e focada – Como aprender a aprender

Concentração difusa e focada Como aprender a aprender
Concentração difusa e focada Como aprender a aprender

Se você já tentou estudar um assunto difícil na escola, faculdade ou mesmo no trabalho, talvez já se deparou com aquela sensação de que passou uma ou duas horas e você não entendeu nada, certo?

Isto é muito comum e, infelizmente, esta é a forma de estudar que muitos professores (ainda) empurram aos alunos. Só que isto é muito ruim, porque é simplesmente inviável para o cérebro conseguir processar informações desta maneira.

Para explicar isso, devemos entender como o processo de concentração acontece, em dois estágios diferentes e que se complementam. Veja como aprender a aprender:

  • Concentração focada: é quando você está altamente focado em uma matéria. Você está absorvendo aquilo de maneira tão profunda, que não sente fome, não sente necessidades fisiológicas e nem percebe o tempo passar. Este tipo de concentração é chamado de foco. Mas ele não dura muito tempo e, por isso, precisamos intercalar com a concentração difusa. Entenda abaixo.
  • Concentração difusa: a concentração difusa, diferente da focada, faz você perceber o ambiente ao seu redor de maneira mais ampla. Você presta atenção em outras coisas de maneira mais fácil. A concentração difusa é ótima para o cérebro absorver as informações que você conquistou com o foco anterior. Depois de alguns minutos de concentração difusa, você consegue ter concentração focada novamente.

Faça um experimento: estude por dez ou quinze minutos de maneira focada e descanse por outros cinco ou dez minutos para gerar a concentração difusa. Depois, volte novamente ao foco e repita isso com o passar do tempo. O seu aprendizado melhorará!

As revisões constantes fazem parte do processo

Simplesmente ler um documento, um livro ou mesmo ter uma aula de quarenta e cinco minutos na escola ou faculdade não vai fazer você aprender e fixar um conhecimento.

Você pode até ter a sensação de que “entendeu”. No entanto, o seu cérebro vai fazer você esquecer isso em breve, caso você não faça algo com o que acabou de aprender.

Você pode se interessar: 2 Sites que ajudarão acelerar o aprendizado de idiomas

E este “algo” pode ser uma simples revisão. Revisar um conteúdo depois que se passou um ou dois dias da aula, vai fazer você fixá-lo de uma maneira fantástica, pois o cérebro vai entender que isso é importante pois foi reutilizado.

Logo, ele criará uma espacinho dedicado a esta informação, transformando-a, com o tempo, em conhecimento.

Lembre-se: aprender é transformar informações em conhecimento.

Aprendizado ativo – O que é isso e como aprender a aprender?

No tópico anterior, tivemos um exemplo muito prático do que é o aprendizado ativo. Ou seja, aquele aprendizado que não fica apenas na leitura ou na audição de um professor falando. O aprendizado ativo nada mais é do que praticar determinada habilidade.

Um exemplo disso, é o seguinte: imagine que você queira aprender a chutar uma bola no gol. Você leu e ouviu um professor dizer que o que você precisa fazer é chutá-la, com os pés, em direção ao alvo, que são as traves do campo.

Até aí, tudo bem: você conseguiu entender o que fazer. Lembra da sensação de que você “entendeu”, que mencionamos anteriormente? É justamente isso. Só que, se você não praticar o que você aprendeu, não conseguirá chutar a bola no gol.

De dez bolas que você chutar, talvez duas ou três irão em direção ao gol. Outras, irão para fora. E você só vai conseguir acertar as mesmas dez bolas, depois de praticar muito e chutar muitas bolas ao gol. Este é o aprendizado ativo e serve para qualquer assunto!

Portanto, pratique o que você aprendeu. Explique para alguém. Revise o conteúdo. Escreva sobre o tema e, definitivamente, consolide as informações em conhecimento. Esse é o jeito correto de como aprender a aprender.

Coloque objetivos viáveis para seu aprendizado

E por fim, uma dica muito importante para aprender a aprender, é: tenha objetivos para o seu aprendizado. Se você quer aprender inglês, saiba que você não vai sair falando o idioma em dois meses. Portanto, colocar este objetivo pode parecer tentador, mas vai gerar frustração e você vai criar desgosto por continuar estudando.

Diferente de ser fluente em dois meses, que tal aprender a escrever ou traduzir seu primeiro texto em dois meses? Isto já é um objetivo muito mais viável, você vai conseguir atingir, terá sensação de dever cumprido e, consequentemente, terá energia para continuar.

Agora que já sabe como aprender a aprender, Bora estudar?