Exposição em Campinas conta histórias de homens viúvos

FOTO: Mostra Viú.vos – Vi. Vedo /CRÉDITO: Giovana Mastromauro

A exposição Viú.vos – Vi. Vedo, de Giovana Mastromauro e Laura Cionci, poderá ser visitada no Museu de Arte Contemporânea de Campinas “José Pancetti” (Macc) entre os dias 7 de Fevereiro e 7 de Março de 2019. Trata-se de uma videoinstalação que, num diálogo direto das artes visuais com o cinema, propõe um espaço de reflexão, de pausa e de atenção por meio de imagens e testemunhos de homens viúvos da região de Nápoles e Roma, na Itália, e de Valinhos, cidade vizinha a Campinas.

A obra é composta de quatro vídeos e 22 fotografias. Em uma das salas, o público confere um mini-documentário de 25 minutos que projeta depoimentos de homens que perderam as companheiras, paisagens italianas e cenas internas da casa onde os casais viveram. Nesta sala será reconstituída uma sala de estar, com bancos, cadeiras e mesa de centro. Lá estarão expostas também dez fotografias e textos curatoriais do projeto. Em outra sala serão exibidos os três vídeos que se comunicam entre si.

O projeto que resultou na mostra Viú.vos – Vi. Vedo começou em 2013, quando a diretora e artista visual Giovana Mastromauro perdeu a avó materna e recebeu uma ligação de sua outra avó. Na conversa, ela falou da ausência do avô que não chegou a conhecer – e cuja história não era um assunto na família. Foi como quebrar um tabu. “No telefonema, minha avó contou coisas sobre ele que eu nem imaginava. Fazia 35 anos que ele tinha morrido”, lembra a diretora.

Um dos personagens da exposição (CRÉDITO: Giovana Mastromauro)

 

Nessa época, Giovana tinha acabado de encerrar em Campinas uma exposição que abordava, por meio de uma instalação, doenças psicossomáticas desenvolvidas após o término de um relacionamento amoroso. Decidiu, então, gravar o depoimento da avó. Logo em seguida, foi para a Itália e conheceu a artista Laura Cionci. Juntas, elas fizeram várias entrevistas com pessoas viúvas. Na edição do projeto, optaram por utilizar apenas as falas dos entrevistados homens.

Vivendo em uma sociedade machista, o homem não tem o direito de se emocionar, de se entregar, de chorar. E, para revelar não só a verdade, mas a realidade do homem que está pleno de sentimentos, emoções e conflitos com ele mesmo, Viú.vos – Vi. Vedo se propõe como exemplo de descoberta de sentimentos e histórias que a nossa sociedade esconde individualmente, por ignorância ou interesse.” (Giovana Mastromauro)

SERVIÇO

Exposição Viú.vos – Vi. Vedo
Data: De 7 de Fevereiro a 7 de Março de 2019
Local: Museu de Arte Contemporânea de Campinas “José Pancetti” – Macc (Rua Benjamin Constant, 1.633, Centro, Campinas, SP)
Horário de visitação: De terça a sábado, das 10h às 18h

EM TEMPO: O projeto foi realizado com o apoio da Prefeitura Municipal de Campinas, Secretaria de Cultura e Fundo de Investimentos Culturais de Campinas 2018/2019.

(*Com informações Assessoria de Imprensa)

Share this article

LALÁ RUIZ, jornalista, curiosa e apaixonada por cultura, comida e viagens, sem qualquer coerência no quesito preferência. Nascida em São Paulo, Capital, e radicada em Campinas, interior paulista, formada em Comunicação Social pela PUC-Campinas e trabalhou durante 26 anos na mídia impressa da cidade, tendo atuado nos jornais Correio Popular, Diário do Povo e Notícia Já.

Post a comment

Facebook Comments