Inglês americano ou inglês britânico? Existe um sotaque ideal?

TEXTO: Adriana Ruiz*/ FOTO: Depositphotos

Quando comecei a estudar inglês, os alunos sempre tinham uma escolha a fazer: estudar inglês americano ou inglês britânico. Uma vez feita essa escolha, os alunos eram expostos a materiais de áudio que continham somente pessoas falando com o sotaque escolhido. No meu caso, escolhi inglês americano e, no material usado pela escola, até o pesonagem brasileiro da história tinha um lindo sotaque novaiorquino!

Aliás, essa ideia de que todas as pessoas de um mesmo país falam com o mesmo sotaque é infundada. Basta considerar nosso próprio país e a diversidade de sotaques que temos.

Os Estados Unidos são um país enorme com uma variedade de sotaques e regionalismos, e podemos facilmente perceber isso nos filmes. Já a Grã-Bretanha surpreende com mais de uma dúzia de sotaques, apesar do seu pequeno território em relação a países como os Estados Unidos.

O vídeo abaixo ilustra um pouco algumas das diferenças entre o inglês americano e o britânico:

Além dos sotaques americanos e britânicos, há uma enorme quantidade de países que falam inglês como idioma oficial ou como segunda língua. Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Jamaica, África do Sul e por aí vai (vejam essa lista publicada na Wikipedia).

Hoje em dia, com a globalização e a internet, o ideal é que os alunos tenham a oportunidade de escutar pessoas do mundo todo, sejam elas de países de língua inglesa ou não, falando inglês com seus sotaques próprios, para assim desenvolverem o listening e entenderem qualquer um em qualquer situação.

Os materiais de áudio estão à disposição na internet, basta gastar um pouco de tempo para encontrá-los e praticar com assuntos e vídeos de seu interesse.

Fica aqui mais um vídeo que ilustra bem esse assunto. Nele, Amy Walker se apresenta em inglês falando com 21 sotaques. Confira:

Keep calm and listen to all kinds of English speakers!

*ADRIANA RUIZ é professora de inglês, dança flamenco e é fã de ficção científica.

Share this article

LALÁ RUIZ, jornalista, curiosa e apaixonada por cultura, comida e viagens, sem qualquer coerência no quesito preferência. Nascida em São Paulo, Capital, e radicada em Campinas, interior paulista, formada em Comunicação Social pela PUC-Campinas e trabalhou durante 26 anos na mídia impressa da cidade, tendo atuado nos jornais Correio Popular, Diário do Povo e Notícia Já.

Post a comment

Facebook Comments