Seria Harry Styles a redenção da música pop contemporânea?

FOTO: Depositphotos

Em 2010, ano em que a boy band britânica One Direction estourou nas paradas de todo o mundo, eu ainda trabalhava como editora de cultura em um jornal de Campinas (SP). Me lembro que recebíamos na redação todo o tipo de produto relacionado ao grupo revelado no programa de televisão The X-Factor – eram livros biográficos, de fotografias, CDs, álbum de figurinhas etc.

Obviamente, nunca tive em alta conta o trabalho do One Direction, afinal, boy bands vêm e vão desde que a música pop foi inventada. Porém, recentemente, me surpreendi ao constatar que é justamente um dos integrantes do grupo, Harry Styles, o responsável por Sign of the Times, uma das canções pop mais bonitas lançadas recentemente, com um videoclipe mais incrível ainda (assista abaixo).

Sign of the Times faz parte do primeiro disco solo de Styles. O álbum leva o nome do artista e foi lançado pela Columbia Records, mesma gravadora do One Direction, em 12 de Maio de 2017. E não é a única música boa. Destaco, por exemplo, as delicadas Two Ghosts, From the Dining Table e Met Me in The Hallway (se alguém quiser tirar a prova, nem precisa comprar o CD – como bom filho da geração internet, Styles disponibilizou todas as faixas na web).

A reflexão que proponho é a seguinte: em meio a uma parada quase interminável de bundas pululantes, cantores e cantoras que parecem sofrer de eterna dor de barriga de tanto que gemem e “hits” sem melodia, com letras bestas e arranjos insossos, seria justamente Harry Styles, integrante do grupo One Direction, a redenção da combalida música pop contemporânea? Estou aberta a opiniões. Convergentes e divergentes.

EM TEMPO

  • De acordo com informações do site oficial do artista, Harry Styles se apresenta no Brasil nos dias 27 e 29 de Maio de 2018, no Rio de Janeiro e em São Paulo, respectivamente. E, pasmem: os ingressos para o show de São Paulo estão esgotados!
  • O cantor também está em cartaz nos cinemas. Ele interpreta o personagem Alex no filme Dunkirk, de Christopher Nolan, ambientado durante a Segunda Guerra Mundial.
  • E se você duvida que o rapaz cante “de verdade”, assista abaixo ao vídeo com a apresentação que ele realizou com sua banda no talk show britânico The Graham Norton Show:

Share this article

LALÁ RUIZ, jornalista, curiosa e apaixonada por cultura, comida e viagens, sem qualquer coerência no quesito preferência. Nascida em São Paulo, Capital, e radicada em Campinas, interior paulista, formada em Comunicação Social pela PUC-Campinas e trabalhou durante 26 anos na mídia impressa da cidade, tendo atuado nos jornais Correio Popular, Diário do Povo e Notícia Já.

Post a comment

Facebook Comments