Rio de Janeiro: passeios de um dia pela região do Vale do Café

FOTO: Fazenda do Paraízo, em Rio das Flores/ CRÉDITO: Divulgação

A região do Vale do Café, no estado do Rio de Janeiro, da qual fazem parte os municípios de Barra do Piraí, Piraí, Valença, Vassouras e Rio das Flores, já foi responsável pela maior produção de café do país. E cinco roteiros recém-lançados pelo Vale do Café Rio, grupo criado com o objetivo de incrementar o turismo na região, permitem conhecer a história, a cultura e a gastronomia locais.

Os passeios têm um dia de duração e serão oferecidos já a partir de Dezembro, a preços especiais para o verão 2016/1017. Os roteiros abrangem os 13 locais, entre fazendas históricas, pousadas, hotéis, restaurantes, alambique e loja de artesanato, que compõem o Vale do Café Rio. São visitas guiadas intercaladas com refeições típicas, em uma imersão na paisagem bucólica da Mata Atlântica.

Os passeios são organizados de modo a captar a essência e mostrar a verdadeira identidade do Vale do Café, construída pelos povos indígenas, tropeiros, europeus e, principalmente, africanos, que chegavam a dois terços da população. A região reúne, por proximidade, o maior número de fazendas históricas do século 19, quando, a partir de 1850, tornou-se a grande produtora de café do país.

Fazenda Pousada Ponte Alta (CRÉDITO: Gabriel Marques)

Fazenda Pousada Ponte Alta (CRÉDITO: Gabriel Marques)

 

Os visitantes conhecerão autênticos palacetes rurais, construções de aspecto colonial rústico, terreiros, tulhas e ruínas de senzalas. Essas características renderam à maior parte dos integrantes do Vale do Café Rio o selo Tour da Experiência Caminhos do Brasil Imperial, concedido pelo Sebrae-RJ, que certifica as práticas baseadas no conceito do Turismo de Experiência.

Em versão enxuta, os roteiros também podem ser combinados para um maior aproveitamento do passeio, com possibilidade de pernoite nos hotéis e pousadas que integram o pool. Além disso, os municípios ficam localizados a cerca de 150 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro, com fácil acesso por estradas e rodovias, o que permite ida e volta à capital fluminense no mesmo dia.

SERVIÇO

Confira quais são os cinco roteiros oferecidos pelo Vale do Café Rio:

  • Roteiro Grãos & Orgânicos
    Dia da semana: Segunda-feira
    Preço: R$ 174
    Municípios: Barra do Piraí e Vassouras
    Locais: Fazenda Alliança (visita), Mara Palace Hotel (almoço), Fazenda Santa Eufrásia (visita)
    Agendamento: Mara Palace Hotel, fone (24) 2471-1993
  • Roteiro Senzala & Casa Grande
    Dia da semana: Terça-feira
    Preço: R$ 155
    Municípios: Barra do Piraí e Vassouras
    Locais: Fazenda Ponte Alta (visita), Hotel Santa Amália (almoço), Fazenda Cachoeira Grande (visita)
    Agendamento: Hotel Santa Amália, fone (24) 2471-7007
  • Roteiro Arte & História
    Dia da semana: Quarta-feira
    Preço: R$ 120
    Municípios: Piraí e Rio das Flores
    Locais: Casa do Manequinho (almoço), Fazenda do Paraízo (visita), Florart Artesanato (visita e compras)
    Opcional: Pernoite na Pousada Brisa do Vale
    Agendamento: Casa do Manequinho, fone (24) 2431-9900
  • Roteiro Café & Cachaça
    Dia da semana: Quinta-feira
    Preço: R$ 120
    Municípios: Rio das Flores e Vassouras
    Locais: Cachaçaria Werneck (visita), Fazenda União (almoço), Pousada e Apart Vila Hibisco (chá da tarde)
    Agendamento: Vila Hibisco, fone (24) 2491 2535
  • Roteiro Sabores & Saberes
    Dia da semana: Sexta-feira
    Preço: R$ 170
    Municípios: Piraí, Barra do Piraí e Valença
    Locais: Casa do Manequinho (almoço), Fazenda Alliança (visita), Fazenda Vista Alegre (visita)
    Agendamento: Casa do Manequinho, fone (24) 2431-9900

Mais informações: valedocaferio.wordpress.com

(*Com informações Assessoria de Imprensa)

Share this article

LALÁ RUIZ, jornalista, curiosa e apaixonada por cultura, comida e viagens, sem qualquer coerência no quesito preferência. Nascida em São Paulo, Capital, e radicada em Campinas, interior paulista, sou formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) e trabalhei durante 26 anos na mídia impressa da cidade, tendo atuado nos jornais Correio Popular, Diário do Povo e Notícia Já.

Post a comment

Facebook Comments