Literatura: romance de Luiz Biajoni será publicado em Portugal

FOTOS: Divulgação

A Viagem de James Amaro, sexto romance do escritor Luiz Biajoni, de Americana (SP), será publicado em Portugal – a previsão é de que o lançamento ocorra ainda em Novembro. A obra sairá pela Chiado Editora, maior editora de livros de língua portuguesa no mundo, a mesma que, em 2014, publicou A Comédia Mundana – Três Novelas Policiais Sacanas, também de Biajoni, que figurou entre os 20 títulos mais vendidos da Chiado por várias semanas.

Lançado em Agosto de 2015, durante a Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), A Viagem de James Amaro conta a história de dois amigos dos tempos de colégio em Americana (James Amaro, rico e playboy convicto, e Alex Viana, professor de inglês solitário e com dívidas), que se reencontram depois de 20 anos e realizam uma viagem de carro com destino a Paraty (RJ). No caminho, vão confessar segredos, amores e crimes.

Logo após o lançamento, a obra agitou Americana e região pois, no posfácio, o professor de teatro e crítico Daniel Martins diz tratar-se uma história real (e dá dicas). Por exemplo: o fato de os dois protagonistas terem estudado na Escola Professora Risoleta Lopes Aranha entre 1977 e 1987, período em que Biajoni também frequentou a escola. O livro, aliás, é dedicado a todos os que estudaram no colégio do bairro São Domingos, em Americana, nesse período.

lala-ruiz-escritor-luiz-biajoni-credito-divulgacao1Não confirmo nem desminto. Por uma série de condições contratuais, não posso me pronunciar sobre a veracidade dos fatos que estão no livro, só posso dizer que alguns amigos e amigas que conheci naquele período estão ali, de alguma maneira.” (Luiz Biajoni)

A capa da edição brasileira de A Viagem de James Amaro conta com ilustração de Lourenço Mutarelli e design da CM+P, agência de propaganda americanense. Porém, para a capa portuguesa, Biajoni optou por um jovem artista da cidade, Matheus Souza, de 20 anos, que estudou até o primeiro ano do Ensino Médio no Risoleta (mesmo colégio dos personagens) e ainda mora no bairro São Domingos. “Foi uma grata surpresa”, diz Biajoni.

lala-ruiz-capa-edicao-portuguesa-de-a-viagem-de-james-amaro-credito-divulgacao

Capa da edição portuguesa de A Viagem de James Amaro

 

TRECHO

1. eu e ele

Eu
Sempre penso que, se alguém fosse produzir um filme sobre a vida de James Amaro, a primeira cena poderia ser de James em seu Grande Carro Branco, eu nunca lembro qual a marca, sou péssimo com detalhes, rodando pela Avenida Principal num domingo de manhã. o calção branco até os joelhos; a camisa colorida, com uns botões abertos; os óculos escuros espelhados; a barba e os cabelos grisalhos, bem aparados; um jazz tocando alto; as janelas abertas deixando o vento entrar; o cotovelo para fora – um velho lobo insaciável perscrutando as meninas que aproveitam o sol do verão para caminhadas ou pedaladas, as garotas com seus shorts pequenos e as camisetas sem mangas, fones de ouvido, cabelos presos em rabos de cavalo, pernas bem torneadas; mulheres passeando com seus cães, abaixando para amarrar os tênis enquanto deixam escapar um pouco mais da anatomia; o suor a escorrer pela testa ou pelas costas, tudo em câmera lenta, todos os detalhes na visão daquele caçador experiente, cheirando bem, a perfume importado.
Corta.”

(Trecho inicial de A Viagem de James Amaro, de Luiz Biajoni)

O AUTOR

Luiz Biajoni nasceu em Americana, em 1970. É casado, tem três filhos e trabalha com jornalismo e assessoria de comunicação. É autor, entre outros livros, de Elvis & Madona – Uma Novela Lilás, versão romanceada do roteiro do filme homônimo de Marcelo Laffitte, vencedor do Festival de Cinema do Rio de Janeiro em 2010. Biajoni subverteu a trama, transformando num romance policial a história de amizade e amor entre um travesti e uma lésbica.

SAIBA MAIS

  • A Viagem de James Amaro, de Luiz Biajoni, foi publicado no Brasil pela Editora Língua Geral (160 páginas, R$ 30).
  • Para mais informações sobre o escritor, clique no site: www.biajoni.com.br

(*Com informações Assessoria de Imprensa)

Share this article

LALÁ RUIZ, jornalista, curiosa e apaixonada por cultura, comida e viagens, sem qualquer coerência no quesito preferência. Nascida em São Paulo, Capital, e radicada em Campinas, interior paulista, sou formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) e trabalhei durante 26 anos na mídia impressa da cidade, tendo atuado nos jornais Correio Popular, Diário do Povo e Notícia Já.

Post a comment

Facebook Comments