Café Filosófico CPFL debate sexualidade, tabus e preconceitos

FOTO: Divulgação

O escritor gaúcho Fabrício Carpinejar é o curador da primeira série de encontros de 2016 do Café Filosófico CPFL, em Campinas (SP). Em pauta, a sexualidade, tabus e preconceitos. O debate que abre o módulo nesta sexta-feira (4/3/2016), às 19h, será sobre o tema Alma Feminina, e terá o comando do próprio Carpinejar, com transmissão ao vivo pela internet.

Alma feminina? Alma masculina? É possível ainda distingui-las nos dias de hoje? Como entender a gentileza sem que seja sinônimo de machismo? Como fugir do jogo de poder da relação a partir do humor? De que modo manter um olhar preocupado e atento na intimidade sem correr o risco de ele virar ciúme e possessividade? Há realmente o preconceito masculino com mulheres independentes financeiramente, sexualmente e afetivamente?

Essas perguntas serão levantadas pelo escritor, cuja proposta é promover debates provocativos e polêmicos sobre a sexualidade feminina e trazer à tona preconceitos e tabus que ainda cercam o desejo e a completude da mulher. Ele cita Nelson Rodrigues como mote das reflexões: “Se todos conhecessem a intimidade sexual uns dos outros, ninguém cumprimentaria ninguém”.

O módulo terá outras duas palestras ao longo do mês de Março. No dia 11, também às 19h, a historiadora Mary del Priore falará sobre A História Privada Quando se Torna Pública – A Repressão do Século 19 e as Mudanças do Século 20. Já no dia 18, no mesmo horário, a psicanalista e ensaísta Diana Corso encerrará a série com um debate sobre O Insuportável do Corpo Feminino.

O curador. Fabrício Carpinejar é apresentador da TV Gazeta, colaborador do programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, cronista do jornal Zero Hora e da revista IstoÉ Gente, colunista do jornal O Globo, comentarista da Rádio Gaúcha e autor de 30 livros, entre crônicas, poesia, jornalismo e infantojuvenil. (*Com informações Assessoria de Imprensa)

SERVIÇO

Café Filosófico CPFL
Data: Dias 4, 11 e 18 de Março (SEXTAS-FEIRAS)
Horário: 19h
Local: Instituto CPFL Cultura (Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1.632, Chácara Primavera, Campinas, SP)
Preço: Entrada franca, por ordem de chegada, a partir das 18h, até a lotação da sala
Capacidade: 180 lugares
Classificação etária: 14 anos
Transmissão online pelo site: www.institutocpfl.org.br
Mais informações: (19) 3756-8000

Share this article

LALÁ RUIZ, jornalista, curiosa e apaixonada por cultura, comida e viagens, sem qualquer coerência no quesito preferência. Nascida em São Paulo, Capital, e radicada em Campinas, interior paulista, sou formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) e trabalhei durante 26 anos na mídia impressa da cidade, tendo atuado nos jornais Correio Popular, Diário do Povo e Notícia Já.

Post a comment

Facebook Comments