Fui conhecer o Jamie’s Italian Campinas. Gostei e recomendo

FOTO: Fachada do Jamie’s Italian Campinas (CRÉDITO: Douglas Costanzo)

Nesta sexta-feira (26/2) fui conhecer o recém-inaugurado Jamie’s Italian Campinas, segundo restaurante da rede no Brasil (o primeiro fica em São Paulo, Capital) e 61º da marca no mundo. Como fã dos programas de televisão do chef britânico Jamie Oliver e leitora de seus livros de receitas (e sem vergonha de confessar que coloquei poucas em prática), digo que gostei muito da experiência. E chamo de experiência porque eu e os demais convidados pudemos compartilhar a mesa do almoço com o chef Lisandro Lauretti, parceiro de Oliver na empreitada brasileira e um entusiasta da gastronomia saudável, natural e sustentável. Seguem as minhas impressões:

CRÉDITO: Lalá Ruiz

CRÉDITO: Lalá Ruiz

 

  1. Sobre o espaço: Restaurantes localizados em shopping centers (o Jamie’s Italian Campinas está instalado no Parque D. Pedro Shopping) tendem a ser claustrofóbicos. Mas, pelo fato de o Jamie’s Italian ficar na Alameda D. Pedro (uma área que é mais aberta), ter pé direito alto, amplas janelas e fachada voltada para a parte externa do centro de compras, a gente tem a sensação de estar em um restaurante de rua. A decoração é informal, bem descolada e moderna, com animada música ambiente. Como o salão é aberto, dá para acompanhar até o preparo do macarrão (as massas são feitas no local, com farinha importada da Itália).
  2. Sobre a comida: Como o chef Lisandro Lauretti faz questão de frisar, o Jamie’s Italian não pratica alta gastronomia, muito menos a pura culinária italiana, mas oferece a versão de Jamie Oliver para a comida do país. Por sugestão de Lauretti, fizemos um “almoço comunitário”, ou seja, foram pedidas diferentes opções de petisco, entrada, prato principal e sobremesa para todos experimentarem um pouco de cada e terem uma ideia geral do cardápio. Passaram pela mesa nachos italianos (raviolis crocantes com molho arrabiada); lula crocante (com maionese de alho, limão, pimenta dedo-de-moça, salsinha e alho frito); arancini margherita (bolinhos de risoto de tomate e muçarela com molho arrabiata); pizzas marguerita e parma (as pizzas artesanais são o diferencial do cardápio em Campinas); penne carbonara (com pancetta crocante, alho-poró, molho carbonara e um toque de limão); linguini com camarões (camarões ao perfume de alho com erva-doce, tomate, pimenta dedo-de-moça, açafrão e caldo de peixe, finalizado com rúcula crocante); Jamie’s Sausage Pappardelle (com ragu de carne de porco com erva-doce e vinho tinto, finalizado com parmesão e pangrattato – o “parmesão dos pobres”, feito com pão amanhecido); rib-eye steak (contrafilé grelhado servido com cogumelos portobello salteados, gremolata de limão, cebolas ao balsâmico e funky chips – bastas com lâminas de alho e salsinha -, acompanhado de manteiga trufada e lascas de trufas selvagens da Toscana); brownie; cheesecake de mascarpone; e tiramisu. Ufa! Pode me chamar de glutona: experimentei todos os pratos. Achei tudo muito gostoso e bem preparado.
  3. Sobre a relação custo-benefício: Partindo-se do princípio que o Jamie’s Italian usa ingredientes naturais e sustentáveis (e obviamente mais caros), os preços praticados pela casa são justos. Vejam a pizza parma, por exemplo: é uma pizza individual, à moda napolitana. Mas, dá para dividir, sim, pois é do tamanho de uma pizza média vendida em restaurantes tradicionais do centro de Campinas. Custa R$ 39. O que vem? É a clássica marguerita (molho de tomate, muçarela de búfala, manjericão e azeite de oliva extravirgem) “turbinada” com prosciutto San Daniele (italiano, com denominação de origem), rúcula, parmesão e um fio de azeite trufado. O Jamie’s Sausage Pappardelle (que é o prato mais pedido do Jamie’s Italian no Brasil), custa R$ 30 a meia porção e R$ 42 a inteira). O penne carbonara, por sua vez, sai por R$ 32 a meia porção e R$ 48 a inteira. Já o rib-eye steak custa R$ 69 (mais R$ 12 pela manteiga trufada e lascas de trufa) – a título de comparação, a costeleta de cordeiro do Outback custa R$ 69,90. Também dá para dividir (isso se você não for um carnívoro inveterado).
Chef Lisandro (CRÉDITO: Douglas Costanzo)

Chef Lisandro Lauretti (CRÉDITO: Douglas Costanzo)

 

Conclusão: se eu recomendo o Jamie’s Italian Campinas? Sim.

SERVIÇO

Jamie’s Italian Campinas
Endereço: Ala de restaurantes da Alameda Parque D. Pedro do Parque D. Pedro Shopping (Avenida Guilherme Campos, 500, Jardim Santa Genebra, Campinas, SP, fone: 19 3365-3042)
Horário de funcionamento: domingo a quinta-feira, das 12h às 23h; sexta-feira, sábado, feriado e véspera de feriado, das 12h à meia-noite
Capacidade: 240 lugares
Formas de pagamento: cartões de crédito Amex, Diners, Elo, Master e Visa; cartões de débito Master e Visa; e tickets Alelo, Sodexo e VR
Estacionamento: R$ 12 (com valet na porta, preço promocional por duas horas)
**O restaurante possui acesso para deficientes (com banheiro adaptado), wi-fi, ar-condicionado e música ambiente. Não possui área de fumantes

Share this article

LALÁ RUIZ, jornalista, curiosa e apaixonada por cultura, comida e viagens, sem qualquer coerência no quesito preferência. Nascida em São Paulo, Capital, e radicada em Campinas, interior paulista, formada em Comunicação Social pela PUC-Campinas e trabalhou durante 26 anos na mídia impressa da cidade, tendo atuado nos jornais Correio Popular, Diário do Povo e Notícia Já.

Post a comment

Facebook Comments